Petição para Conselho Superior do Instituto Federal de Brasilia
Pelo adiamento do retorno do calendário acadêmico do IFB

Pelo adiamento do retorno do calendário acadêmico do IFB
873 assinaturas necessárias para chegar em 2,000
7,103 visualizações

Viemos por meio deste abaixo-assinado, manifestar nossa opinião em relação à Resolução 20/2020 RIFB/IFB, aprovada pelo Conselho Superior do Instituto Federal de Brasília - IFB no dia 19 de Junho de 2020 e à Portaria Normativa 9/2020 RIFB/IFB, publicada no dia 23 de Junho de 2020, ambas referentes ao retorno às aulas por meio das Atividades Não Presenciais – ANP, programadas para iniciarem no dia 03/08/2020.

Considerando que:

  1. A Constituição Federal assegura que a educação é direito de todos e dever do Estado, a qual deve ser fornecida de forma gratuita e com igualdade de condições para o acesso e permanência na escola, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho;
  2. A referida decisão do Conselho Superior infringiu o Estatuto do IFB nos Artigos N 18, 19 e 28; bem como os artigos N 23, 29, 31 e 49 do Regimento Interno do Conselho Superior; que tratam dos procedimentos das reuniões do Conselho Superior; assim, não seguiu as regras procedimentais para tais deliberações;
  3. Essa decisão não foi amparada por um diagnóstico prévio acerca das condições de acesso dos discentes e dos docentes para a prática das ANPs;
  4. Não foi apresentando um plano estratégico para viabilizar e disponibilizar efetivamente os meios necessários para implementação das ANPs;
  5. Os servidores, discentes e pais dos estudantes não foram consultados acerca dessa medida antes da aprovação da referida Resolução pelo Conselho Superior;
  6. A realidade socioeconômica dos discentes do IFB, que em sua maioria absoluta, 82%, são de baixa renda, conforme Nota Oficial da Reitoria n 4 de 25/03/2020, portanto a própria Reitoria reconhece a grave situação de vulnerabilidade econômica dos alunos e isso não pode ser ignorado da maneira realizada;
  7. Além disso, o Instituto Federal de Brasília ao editar a Portaria nº 361/2020, de 23 de março de 2020, suspendendo aulas presenciais e não presenciais, justamente em razão da pandemia, consignou expressamente que 82% dos alunos são vulneráveis economicamente, o que dificulta o acesso aos instrumentos de tecnologia e da informação;
  8. A pesquisa realizada pela UNESCO com 33 mil estudantes revela que 32% destes estudantes não possuem um local tranquilo para estudar em suas casas;
  9. Centenas de pais de alunos encontram-se desempregados, o que se agravou durante o período de pandemia, impossibilitado adquirirem computador, notebook e ter internet, causando o ensino remoto desigualdade e evasão;
  10. Após a aprovação da referida Resolução, apesar dos docentes apontarem as limitações para sua implementação, a Direção do IFB não se dispôs a buscar sua revisão e adequação;
  11. Que o avanço da Covid-19 no Distrito Federal acomete principalmente as Regiões Administrativas de menor renda per capita, onde a doença é mais letal e onde estão implantados os campi do IFB;
  12. A utilização do ensino remoto no IFB não faz parte da sua cultura pedagógica e requer a capacitação dos discentes e dos docentes para sua adoção;
  13. Não houve disponibilidade de tempo suficiente para adaptação das componentes curriculares, visto que as férias docentes não foram alteradas e aconteceram no período de 13 a 26 de julho;
  14. Não foram disponibilizados materiais e recursos humanos e técnicos necessários para oferecer suporte aos docentes na elaboração de suas aulas remotas;
  15. Os discentes se inscreveram e foram selecionados para um curso presencial e a troca por um curso com ensino remoto deve contar com a concordância dos mesmos, e dos responsáveis quando se tratar de estudantes adolescentes, devendo ser assegurada a qualidade do processo de ensino e aprendizagem;
  16. A distribuição de material impresso aos estudantes será realizada no campus, o que expõe os discentes a um maior risco de contaminação, situação não recomendada pelas autoridades sanitárias;
  17. A prioridade para esse período da pandemia é cuidar das pessoas e salvar vidas, o que os docentes e discentes de vários campi estão realizando por meio das campanhas de segurança alimentar e nutricional desde a paralização das aulas.

Sendo assim reivindicamos:

  1. Suspensão imediata do calendário de retorno às aulas com ANP estabelecido pela Resolução 20/2020 até que os discentes em situação de vulnerabilidade socioeconômica recebam pelo IFB os meios e condições de acesso remoto, de modo a possibilitar efetivo acesso às aulas;
  2. Ampliação do tempo necessário para planejamento das atividades remotas, tendo como meta a qualidade do ensino, a ser avaliado periodicamente;
  3. Estabelecer o processo de diálogo democrático e participativo com as comunidades interna e externa; 4. Garantir condições adequadas de trabalho remoto para os docentes em concordância com as recomendações do Ministério Público do Trabalho, expressas na Nota Técnica – GT COVID 19 – 11/2020;
  4. Rever e atualizar a pactuação das componentes curriculares entre os docentes em virtude do acúmulo de atividades, especialmente no caso das professoras com filhos em idade escolar, e do cancelamento de componentes curriculares que requer laboratórios específicos e trabalhos de campo;
  5. Implementar antecipadamente as condições adequadas de aprendizagem aos estudantes portadores de necessidades especiais;
  6. Garantir a autonomia dos Colegiados para suspenderem a oferta de componentes curriculares que não possuam condições para adoção das ANPs, conforme estabelece o Art. 4 da Portaria Normativa 9/2020 RIFB/IFB.
  7. Viabilizar a implementação de projetos pedagógicos voltados à proteção da vida, à segurança alimentar e nutricional dos discentes.

Brasília, 25 de Julho de 2020. Assinam esse abaixo-assinado as seguintes pessoas e entidades:

1- Déborah Duprat Ex-Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão 2- Eugênio Aragão - Ex-Ministro da Justiça. 3 - Tarso Genro Ex-Ministro da Educação. 4 - José Geraldo de Souza Jr, Ex-Reitor da Universidade de Brasília. 5- Deputada Federal Erika Kokay. 6- Deputada Federal Natália Bastos Bonavides. 7- Deputada Distrital Arlete Sampaio. 8- Deputado Distrital Chico Vigilante. 9- Deputado Distrital Fábio Félix. 10 - Deputado Distrital Leandro Grass. 11 - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação- CNTE. 12 - Associação dos Docentes da Universidade de Brasília - Adunb. 13 - Sindicato Nacional dos Gestores em Ciência e Tecnologia- SindGCT. 14 - Associação dos Servidores do CNPq- ASCON. 15 - Federação Nacional dos Estudantes no Ensino Técnico- FENET. 16 - Central Única dos Trabalhadores - CUT/ DF. 17 - Cáritas Arquidiocesana de Brasília. 18 - O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra- MST. 19 - Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas- Conaq. 20- Lucas Reinehr - Diretor de Assistência Estudantil da União Nacional dos Estudantes - UNE. 21- Evandro José - 1 vice presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas- UBES. 22- Ruan Vidal - diretor de relações internacionais da União Nacional dos Estudantes - UBES.

Atualizações

More updates...
Sinasefe Brasilia e DF criou essa petição
1 semana atrás
1,127 assinaturas
873 assinaturas necessárias para chegar em 2,000
Ao assinar, você aceita os Termos de Serviço e a Política de Privacidade do PeticaoPublica.org e concorda em receber e-mails ocasionais sobre campanhas no PeticaoPublica.org. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
Petições similares
1,117
Petição para redução da mensalidade
Petição para FABIO CODO

Nós, alunos da Instituição – Universidade Univeritas , realizamos este abaixo assinado ...

Anderson Rocha Batista 211 assinaturas 154
62,248
VOTA FUNDEB JÁ! VOTA FUNDEB PERMANENTE!
Petição para Bruna Soares Alves Fernandes

IMPACTO DO FIM DO FUNDEB EM 2020 Um estudo socioeconômico realizado pelo ...

Bruna Soares Alves Fernandes 10,623 assinaturas 6,923
1,028
Adiamento do ENEM
Petição para MEC

O MEC anunciou que irá manter a data do ENEM 2020 nas ...

Emanuel Ferguzis 25 assinaturas 16